• Facebook Page: 264161550288718
  • Twitter: ifsc


Home
Projeto de arte e cultura do Câmpus Criciúma é destaque no Sepei PDF Imprimir E-mail

O projeto de extensão IFSC – Arte e Cultura, realizado pelo Câmpus Criciúma em 2016, ficou entre os 12 trabalhos que mereceram destaque no Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei 2017), realizado no Câmpus Itajaí entre os dias 04 e 06 de setembro.

 

Maior evento científico do IFSC, o Sepei contou ao longo de três com 1,1 mil participantes inscritos, 310 trabalhos científicos apresentados e mais de mil avaliações distribuídas em 22 bancas. Ainda foram ofertadas 15 oficinas, quatro minicursos e quatro roteiros culturais.   

 

Orientado pelo professor Gilberto Tonetto e apresentado pela aluna Martina Mrotskoski Niero, o projeto IFSC – Arte e Cultura foi um dos três destaques na categoria “Formas de comunicar, discursos, movimentos culturais e mediação educacional” do Sepei.   

 

“Como foi um trabalho bem executado e que alcançou os objetivos propostos, isso pesou na avaliação. A equipe de trabalho foi excelente e todos contribuíram para que atingíssemos esse resultado”, afirma Martina.  
Desenvolvido no Câmpus Criciúma nos meses de novembro e dezembro de 2016, o IFSC - Arte e Cultura teve como objetivo geral proporcionar um intercâmbio cultural entre as comunidades interna e externa do IFSC na região, por meio de ações artísticas e culturais. O projeto foi viabilizado por meio do Edital PROEX Nº 11/2016 – Mostra de Arte e Cultura Didascálico.  

A proposta envolveu servidores e alunos do IFSC, de forma voluntária, em parceria com a Escola Municipal Cristo Rei, de Cocal do Sul. O Programa Mulheres Sim, que trabalha com mulheres em situação de vulnerabilidade social por meio de oficinas no IFSC Câmpus Criciúma, também foi parceiro da proposta.  
 

 

 

Foram desenvolvidas uma série de atividades, como teatro, cine debate, música, mural interativo e oficinas, tanto no Câmpus Criciúma quanto na Escola Cristo Rei. No dia 18 de novembro, as ações foram levadas para a Praça Nereu Ramos, em conjunto com a Feira de Economia Solidária. “A proposta foi a de articularmos as atividades com o Grêmio Estudantil. Assim, tivemos uma forte adesão da comunidade acadêmica para a proposta. Foi muito boa essa integração”, comenta Martina.  
 

O projeto foi dividido em quatro grandes ações, articuladas com temáticas como gênero, direitos humanos, política e cultura étnico-racial. Na primeira ação houve a organização das atividades a serem executadas, a formação da equipe de trabalho e a divulgação para a comunidade interna do IFSC. A segunda ação contou com as atividades executadas na Escola Cristo Rei, incluindo a exibição de filmes seguida de debate com a participação de alunos do IFSC. No dia 08 de dezembro, a sessão de cinema foi realizada no Câmpus Criciúma, com a participação de alunos da Escola Cristo Rei.   

 

A terceira ação foi levada para a Praça Nereu Ramos, no dia 18 de novembro. Uma série de atividades culturais foi realizada no local, em conjunto com a Feira da Economia Solidária (evento que reúne várias entidades do Fórum de Economia Solidária). Alunos e alunas do Ensino Médio Integrado e do Programa Mulheres Sim promoveram apresentações teatrais, oficina de xadrez, de música, declamação de poesias e, ainda, divulgaram os cursos do IFSC para a comunidade. Na quarta e última ação, desenvolvida no Câmpus Criciúma, foi proposta uma intervenção artística e pedagógica por meio de um mural interativo de seis metros quadrados. Nesse mesmo dia ainda foi realizada uma oficina de Grafite no lado externo dos prédios da instituição.  

“Acredito que um diferencial do projeto foi a interação com servidores e demais parceiros, como o Grêmio Estudantil, a escola parceira e o programa Mulheres Sim. Além disso, tivemos vários alunos envolvidos no projeto, entre bolsistas e voluntários”, afirma o professor Gilberto, que destaca a importância da realização de atividades culturais no IFSC. “Deveríamos ter mais projetos desta natureza. É uma maneira de fazer os alunos olharem a escola com outros olhos”, destaca.  

Além de Martina, participaram do projeto os estudantes Maria Eduarda Teixeira Americo, Carolina de Medeiros Custódio, Dienifer Luiz, Rafael Reginaldo da Silva Teixeira e Vitória Da Silva Silveira, além dos servidores Marisílvia dos Santos, Sandra Scremin, Jonathan Braga, Tatiane Scoz, Matheus Bocardi e Carla Scapini.

 

Por Jornalismo IFSC | Câmpus Criciúma

 



Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.