• Facebook Page: 264161550288718
  • Twitter: ifsc

Home
Técnico em Meio Ambiente é a novidade entre os cursos ofertados pelo IFSC em Criciúma PDF Imprimir E-mail
Qua, 13 de Junho de 2018 10:58
tec20182aO Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com inscrições abertas até o dia 03 de julho para os cursos técnicos voltados para quem cursa ou já concluiu o Ensino Médio. O Câmpus Criciúma oferta os cursos Técnico Concomitante em Meio Ambiente, Técnico Subsequente em Edificações e Técnico Subsequente em Eletrotécnica.

 

A novidade ofertada neste edital é o curso Técnico em Meio Ambiente. Serão ofertadas 40 vagas no período noturno, na modalidade concomitante, isto é, para ingressar, o estudante deverá ter concluído o primeiro ano do Ensino Médio até a data da matrícula. O curso é gratuito e tem a duração de quatro semestres, com carga horária de 1200 horas/aula.


 

Como infraestrutura, o IFSC oferta biblioteca e videoteca com acervo específico, laboratório de Biologia, Bioquímica e Microbiologia, laboratório de Química, laboratório de Processos Químicos, laboratório de Solos, laboratório de Informática e salas de aula equipadas com projetores multimídia. Além desta infraestutura, o Câmpus Criciúma do IFSC conta com uma área verde que tem sido utilizada em atividades de ensino, pesquisa e extensão.


De acordo com o professor de Biologia do Câmpus Criciúma, Pedro Rosso, o Técnico em Meio Ambiente é uma nova oportunidade de formação profissional que o IFSC apresenta à comunidade do sul catarinense, especialmente da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC). “Ele tem o diferencial de ser concomitante, possibilitando que estudantes que estão cursando o Ensino Médio possam fazer paralelamente um curso profissionalizante, além, é claro, de pessoas que já concluíram o Ensino Médio também poderem concorrer a uma das vagas”, afirma.

 

O profissional técnico em Meio Ambiente atua na organização de programas de educação ambiental, de conservação e preservação de recursos naturais, de redução, reuso e reciclagem; auxilia na elaboração, acompanhamento e execução de sistemas de gestão ambiental; coleta e interpreta informações e dados ambientais; e opera sistemas de tratamento de poluentes e resíduos sólidos, entre outras atividades.


“Destaco que nossa região é uma das áreas de Santa Catarina com maior impacto ambiental em razão das atividades humanas, especialmente aqueles ligados a exploração do carvão. Atualmente, outras atividades econômicas também causam impactos ao meio ambiente. Contudo, eliminar estas atividades não seria a solução. Pelo contrário, tornar estas atividades ambientalmente seguras e sustentáveis, além de viáveis economicamente, é o grande desafio. E é justamente para este desafio que propomos formar técnicos em meio ambiente aptos para intervir nesta realidade, propondo e realizando ações para controle, mitigação e/ou eliminação de impactos ambientais locais e regionais, sempre pautado nos fundamentos técnico-científicos. É desta forma que o profissional técnico em Meio Ambiente vai contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da região sul catarinense”, explica o professor Pedro Rosso. 


As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no Portal de Inscrições do IFSC. Quem não tiver acesso a um computador com internet pode ir a um dos câmpus do IFSC, onde há computadores disponíveis para a realização das inscrições. O prazo vai até o dia 3 de julho e não há taxa de inscrição.

 
O processo seletivo será feito por meio de sorteio público, no dia 5 de julho. O sorteio vai considerar a reserva de 50% das vagas para candidatos oriundos de escola pública e as subdivisões dentro dessa reserva de vagas, que usam critérios socioeconômicos e raciais e, ainda, as cotas para pessoas com deficiência (PCD). A matrícula dos alunos selecionados ocorrerá de 11 a 13 de julho.  


Acesse o Guia de Cursos. 


Todas as informações sobre o processo seletivo devem ser consultadas no Edital 09/DEING/2018-2, disponível no Portal do IFSC. 

Por Comunicação do Câmpus Criciúma do IFSC

 



Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.